Agenda

Sem padrinho famoso. Sem herdar público por ter pertencido a alguma banda renomada. Sem investimento de gravadora ou apoio da grande mídia. Como explicar o patamar atingido por Rubel e seu único álbum, Pearl, em 2016? A tarefa não é das mais simples, pois o cantor e compositor do Rio de Janeiro não protagonizou nenhuma das histórias mais comuns de início de carreira. E, hoje, aos 25 anos, ele é um dos nomes mais promissores da cena brasileira, capaz de reunir plateias de mil pessoas nas principais capitais do país, contando somente com o boca a boca na internet e, claro, a força de suas canções, que transitam entre o folk e a MPB.

Programação sujeita a alteração.

Veja mais